Admin
 marca fenata botao mail botao face  botao engrenagem  

XXII Encontro Nacional de Técnicos Agrícolas (2008)

Data: 21 a 25 de maio de 2008
Local: Natal/RN

O ENCONTRO:

O XXII Encontro Nacional de Técnicos Agrícolas, acontece em momento de significativa importância para a categoria. A economia mundial, ressente-se de maior produção de alimentos, e sobre as causas há várias opiniões. Há quem afirme que em paises do terceiro mundo a população passou a comer mais e melhor. Outros afirmam que os chineses (que são muitos), passaram a ter acesso a mais alimentos. Na outra ponta os derrotistas que culpam a produção de álcool anidro e do biocombustível. Alguns mais afoitos culpam diretamente os Estados Unidos, que destinaram praticamente toda sua safra de milho ao biocombustível. 

Neste nosso XXII Encontro, não poderíamos deixar de abordar esse tema que como vimos vem revestidos com opiniões políticas, técnicas e econômicas abrangendo produção, estoques e demanda e que por isso certamente há de ser muito polêmico. No entanto, o nível e o quilate dos palestrantes, especialistas em suas áreas de atuação poderão nos ajudar a quem sabe formar melhor a opinião e o posicionamentos dos técnicos agrícolas sobre essas questões. Mas uma coisa é certa, qualquer que seja a atividade predominante — produção de alimentos ou produção de base para o biocombustível —, os técnicos agrícolas têm a grande responsabilidade de participarem todas as etapas, desde a preparação do solo até a colheita da lavoura, a qual com o nosso conhecimento e nossa técnica e com um pouco de ajuda do “senhor tempo” há de ser a cada ano uma super safra.

Mas para nosso XXII Encontro temos outros temas não menos importantes e não menos polêmicos como: a criação de um Conselho próprio — o projeto do piso salarial para os técnicos agrícolas — a garantia do exercício profissional — o movimento jovem dos técnicos — a criação de um instituto para formação profissional — a organização dos profissionais na região nordeste e por fim a reafirmação da posição dos técnicos agrícolas em nível nacional, com relação as eleições que serão realizadas no CONFEA e nos CREA´s.

Além desses temas, sem dúvida muito apropriados a um Encontro Nacional, teremos a solenidade de posse da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da FENATA, para o triênio 2008/2011. Nesse mesmo ato serão empossados ainda, os membros do Conselho Jurídico da FENATA. 

PRÊMIO TÉCNICO AGRÍCOLA

A Fenata a cada ano, presta uma justa homenagem a personalidades políticas, a técnicos agrícolas, que de algum modo tenham com seu prestigio e seu trabalho, realizado ações em favor dos profissionais técnicos agrícolas.

Já foram agraciados com esse premio personalidades como ANTÔNIO WALDEZ GÓES DA SILVA, Governador reeleito no Estado do Amapá. PAULO ZIULKOSKI, Presidente da CNM e membro do Conselho Político da FENATA - JOSÉ ALBERTO FOGAÇA DE MEDEIROS, atual prefeito de Porto Alegre — MARIO LIMBERGER, Presidente da FENATA — NELSON DIAS NETO, ex-Vice-Presidente Jurídico da FENATA. — CARLOS MAGNO RAMOS, integrante do Conselho Político da FENATA. — MOISES GIACOMELLI NUNES DA SILVA, consultor jurídico da FENATA — HUGO MATIAS BIEHL, integrante do Conselho Político da FENATA.

Neste XXII Encontro não poderia ser diferente, e foram indicados pela Diretoria Executiva, para receberem esse premio, os colegas técnicos agrícolas:

  • WALTER DE OLIVEIRA SOBRINHO, do Estado da  Paraíba, natural de Cajazeiras, nascido em 05. de agosto de 1936, é professor, advogado e um grande idealista e batalhador pela causa dos profissionais.

  • MILTON ARAÚJO, do Estado do Rio Grande do Norte. Natural de Parelhas, semi-árido do RN, nascido em 08 de janeiro 1944. Filho de pequeno produtor rural, ingressou no movimento profissional em1985, ocasião em que foi eleito presidente fundador da APTA/RN tendo sido reconduzido por mais  de um mandato.

  • NERI FLÁVIO DIAS, do Estado de Santa Catarina. Natural de Camaquã, RS. Nascido em 19.04.1952. A partir de 1989, assumiu a presidência do SINTAGRI, do qual é sócio-fundador (30.08.1987) e permanece na função liberado para atividade sindical.

Esses colegas prestaram grandes e relevantes serviços à FENATA e aos técnicos agrícolas e esta homenagem não faz juz aos méritos de cada um. No entanto temos certeza que ficará marcado em suas memórias e em seus corações, que a FENATA e os técnicos agrícolas de todo o Brasil, reconhecem o seu valor e sentem-se agradecidos por terem com eles convivido.

PROGRAMAÇÃO

QUARTA-FEIRA - 21/05

Recepção aos participantes

QUINTA-FEIRA - 22/05

18h

Painel - Produção: Biocombustível e Florestas x Alimentos\

Coordenador: Téc. Agr. Hudson Pereira de Brito – Chefe de Gabinete do Vice-governador do Rio Grande do Norte
-Produção de Florestas: Eng. Walter Lídio Nunes (Diretor Operações Aracruz)
-Produção de Alimentos: a definir
-Produção de Biocombustível: a definir

20h

- Sessão solene de abertura
- Entrega do Prêmio Técnico Agrícola:
  Téc Agr. WALTER DE OLIVEIRA SOBRINHO (PB);
  Téc Agr. MILTON ARAÚJO (RN)
  Téc Agr. NERI FLÁVIO

21h

Coquetel – Piscina do PraiaMar Hotel

SEXTA-FEIRA - 23/05

8h30min

PAINEL: Questões dos Técnicos Agrícolas
- Piso Salarial
- Garantia do Exercício Profissional
- Movimento Jovem dos Técnicos Agrícolas
- Criação da Escola de Formação Profissional

11h30min

- Eng. Reynaldo Barro – candidato a presidente do CONFEA

14h30min

I Encontro do Movimento Jovem Técnico Agrícola

15h30min

PAINEL: Conselho Próprio dos Técnicos Agrícolas
- Dep. Osmar Serraglio
- Pres. Da FENATA – Mario Limberger
- Dep. Paulo Pereira da Silva
- Gov. Valdez Goes (Amapá)

17h

Sessão Plenária
- Conclusões — Organização dos Técnicos Agrícolas do NE

20h

- Posse da Diretoria da FENATA
- Posse do Conselho Jurídico da FENATA
- Jantar de Confraternização

SÁBADO – 24/05

18h

Reunião da Diretoria da FENATA – CTG Natal

CONCLUSÕES DO EVENTO:

Os Técnicos Agrícolas reunidos no XXII Encontro Nacional, na cidade de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte, no período de 21 a 25 de maio de 2008, adotam como diretrizes nacionais da categoria o seguinte:

1º) – O CONSELHO FEDERAL E REGIONAIS DOS TÉCNICOS AGRÍCOLAS

a) - O XXII Encontro Nacional, ratifica a deliberação de que uma das principais bandeiras de lutas é a criação de um Conselho próprio, sem qualquer vinculação com outras categorias profissionais;

b) – O Encontro Nacional, ratifica por inteiro o conteúdo do anteprojeto de Lei, encaminhando ao Ministro do Trabalho;

c) – A Fenata e suas entidades filiadas, deverão envidar todos os esforços políticos e administrativos, junto aos poderes Executivo e Legislativo, no sentido de agilizar o encaminhamento e a aprovação do anteprojeto de Lei de criação do Conselho Federal e Conselhos Regionais do Técnicos Agrícolas.

d) – Os técnicos agrícolas exigem, maior presteza do Ministério do Trabalho, no encaminhamento do anteprojeto de Lei, à Casa Civil da Presidência de República, para remessa ao Senado Federal;

e) – Os técnicos agrícolas devem empreender campanha nacional, com a participação de todas as entidades filiadas, mobilizando todos os profissionais através de reuniões, seminários, conferências e atos públicos, pela aprovação do anteprojeto de criação do Conselho próprio.

2º) – PROJETO DE LEI DE INSTITUIÇÃO DO PISO SALARIAL:

a) – O XXII Encontro Nacional, reivindica imediatas alterações do no projeto de Lei que ora tramita na Câmara Federal, por entender que o mesmo não atende os anseios da categoria;

b) – A FENATA e suas Entidades filiadas, deverão apresentar nas Comissões emendas supressivas adequando o projeto de Lei aos interesses dos técnicos agrícolas.

c) - Os técnicos agrícolas devem empreender campanha nacional, com a participação de todas as entidades filiadas, mobilizando e esclarecendo todos os profissionais sobre a importância da aprovação do projeto de Lei de criação do salário mínimo profissional;

3º) – ELEIÇÕES NO CONFEA E NOS CREA´S

a) – O XXII Encontro Nacional, ratifica integralmente a deliberação da comissão de representação nacional dos técnicos agrícolas, com referência as eleições no CONFEA e nos Crea´s:

—      em nível nacional: apoiar a candidatura de Reynaldo Barros;

—      em nível regional apoiar candidatos de oposição